1 de abr de 2015

A vida

Estranha é a vida,
mágoas contidas,
tempo que passa,
horas sem graça.

Momentos vividos,
tudo com pressa,
algo se esquece,
sentidos em prece.

Nascemos, vivemos, morremos,
alegrias, tristezas, proezas,
ganhamos e depois perdemos,
somos o que nada somos,
voamos ao longe, ao vento,
ficamos aqui isentos ?



Não sei se rio ou choro,
diante da vida que fica,
não sei se peço ou imploro,
ou se desvendo o enigma?


Lutas, emoções, intrigas,
conflitos aflitos brigas,sorriso, alegria também , mistura de um vai e vem.



Assim passamos,
assim existimos além,
mas tudo termina bem,
se formos  honestos também.

A vida é um mistério,
mistura de amor e tédio,
ódio, competição,
ternura e traição,
amor, medo e dor
que fica no coração.

Viemos de algum lugar,
voltamos para o infinito,
ficamos aqui a vagar,
seguimos o nosso instinto.



Avida não é matéria,
a vida é coisa séria,
a vida é espirito vivo,
que alimenta o convívio,
que acalenta e da sentido,
pra quem vive em Cristo.

lica